sexta-feira, 29 de junho de 2007

Entregou-se com abandono

Entregou-se com abandono
e no ar, o fluido denso da saudade
mais denso - a cada respirar
até que nele era possível subir ao topo
e lá fixar uma bandeira
de conteúdo secreto

14 intromissões:

Fubu disse...

Esse blogueiros internautas, são uma merda!

Fubu disse...

hahaha escrevi tudo errado..
era "Esses blogueiros poetas, são uma merda!"

Agora sim. Tô bêbado.

NeuralNoise disse...

Fubu, além de não ser blogueiro não sou poeta. O mesmo já não se pode dizer de você, né!

Para os interessados, o blog poetico, filosofico e cultural do fubuzinho é:
vitus médio est

Entrem por sua conta e risco, of course

Fubu disse...

Hj eh meu aniversário....






... eu só quis dizer.

NeuralNoise disse...

Fica triste nao, vc ainda é Jovem!!!

Anônimo disse...

É noix!!!!
,,,,,não da para dizer brilhante mas,.......

é noix!!!!

Anônimo disse...

Rídiculo vc Renato, depois ainda fala em direitos autorais!!!!!!
Fala sério!! Até parece que tem essa força sozinho do além...........

Anônimo disse...

AI AI

Anônimo disse...

é bom vomitar as vezes

Anônimo disse...

aos tres anonimos antes de mim recomendo plasil, doril e cha de sumiço, respectivamente. heheheh

Luciana Muniz disse...

Olá Renato,

Vim agradecer a sua visita e o comentário em meu blog, valeu!

Fique a vontade para voltar mais vezes, ok? ;)

Abs

NeuralNoise disse...

vocês me lembram do augusto dos anjos em:

E como quem esmigalha protozoários
Meti todos os dedos mercenários
Na consciência daquela multidão
E ao invés de achar a luz que os céus inflama
Achei somente moléculas de lama
E a mosca alegre da putrefação

Leitora disse...

de onde vieram todas essas moscas que sobrevoam so escritos?

dear neural, pra que tanta democracia? parece que os porcos não se contentam nem com o colar inteiro...

NeuralNoise disse...

as ditas moscas alegres surgiram do quinto dos infernos, I tell you